Covas vai a cultos agradecer apoio de evangélicos O prefeito de São Paulo, Bruno Covas (PSDB), dedicou o domingo (22) a compromissos em igrejas evangélicas. Em busca de votos na corrida pela reeleição, ele esteve na Assembleia de Deus e na Igreja Mundial do Poder de Deus e, em ambas ouviu agradecimentos por ter mantido os templos abertos durante a pandemia.

O Datafolha de quinta-feira (19) mostra que Covas está a frente nas intenções de votos junto ao eleitorado evangélico. Ele tem 52% e Guilherme Boulos (PSOL) aparece com 29%. A agenda de campanha de hoje tentou consolidar esta vantagem, mas o prefeito não falou enquanto esteve no altar das duas igrejas porque a legislação eleitoral proíbe.

No entanto, os pastores falaram e as manifestações de apoio foram explícitas. Líder da Igreja Mundial, o pastor Valdemiro Santiago citou a liberação do alvará da igreja como prova de compromisso do trabalho de Covas pelas evangélicos.

“Quando este homem entrou lá uma das prioridades dele foi conceder o alvará desta obra, desta igreja. Então muito obrigado prefeito, que Deus te abençoe cada vez mais." Covas negou que houve favorecimento em troca de apoio político. Acrescentou que a legislação que legalizou os templos também beneficiou centenas de milhares de imóveis.

Covas diz que estado é laico, mas povo é religioso

O candidato afirmou que as pesquisas indicando maioria de votos entre evangélicos não importam porque o que conta é o voto na urna. Ele disse que respeita todas as religiões e esteve em mesquitas e sinagogas.

"O estado é laico, mas a população é religiosa. Eu preciso respeitar a diversidade de credos. Estive na Marcha para Jesus, mesquita no Ramadã e sinagoga no Ano Novo judaico."

O prefeito declarou ainda que solicitou ajuda de igrejas durante a pandemia. Contou que as entidades foram procuradas e feito o pedido que intensificassem o trabalho social. Covas fez uma parada para almoçar e encerrou o dia em um culto na Igreja Mundial no bairro Santo Amaro.

Covas esteve em outra celebração da Igreja Mundial à tarde. Mais uma vez ele colheu elogios do pastor Valdemiro Santiago.