Pastor se recupera da Covid-19 e diz: “Jesus é a vacina” John Hagee, pastor sênior da Cornerstone Church em San Antonio, Texas, nos Estados Unidos, voltou à igreja este mês após se recuperar do Covid-19 e disse que Jesus foi a cura e a vacina que o ajudaram.

Hagee contraiu o novo coronavírus em outubro e teve pneumonia dupla. O popular pregador do programa “Fim dos Tempos” passou 15 dias no hospital e descreveu sua experiência em um culto recente que foi transmitido ao vivo na Igreja Cornerstone.

“Passei 15 dias no hospital com pneumonia dupla e ainda devo permanecer em casa com falta de ar”, disse Hagee à sua congregação. “Estou sentado nesta cadeira hoje como testemunho do poder curador de Jesus Cristo.”

“Temos uma vacina”, declarou o pastor de 80 anos. “O nome é Jesus Cristo, o Filho do Deus vivo.”

Ele orou pela América, dizendo: “Deixe-O varrer este país e curar os justos que ousarem pedir por isso. Cure os membros da nossa igreja, restaure-os rapidamente. ”

Seu filho, Matt Hagee, que agora é o pastor líder em Cornerstone, fez o anúncio do diagnóstico de Covid-19 de seu pai no início do mês passado durante um culto de adoração. Matt disse aos reunidos pessoalmente e online que seu pai foi "diligente durante toda a pandemia para monitorar sua saúde".

O devotado filho disse na época que a doença foi “descoberta muito cedo” e que “sua equipe médica o mantém sob vigilância”.

“Ele está se sentindo bem o suficiente para ficar frustrado com todos de jaleco branco e estetoscópio”, acrescentou.

“Ele queria que eu lhe dissesse pessoalmente que ele cobiça suas orações e que pede que você ore por ele diariamente, não apenas para que ele tenha uma recuperação rápida, mas que espera vê-lo novamente aqui em Cornerstone em breve.”

Hagee conseguiu se reunir com sua congregação no domingo passado (15) e todos eles se alegraram.

Em julho, o ministério entrou com sucesso com uma ação judicial para ter permissão de dar aulas presenciais nas Escolas Cristãs Cornerstone a partir de agosto, apesar de uma restrição do governo local.

No início deste ano, Hagee lançou um sermão no qual classificou a pandemia como um “ensaio geral para a Nova Ordem Mundial”.

“Quem pensaria que seríamos proibidos de frequentar a igreja, uma liberdade delineada pela primeira emenda, visto que nossos direitos individuais foram sistematicamente retirados durante uma quarentena forçada?”, declarou uma descrição da mensagem.

“Nossa economia afundou para o pior desde a Grande Depressão, enquanto víamos ditadores sedentos de poder atropelar nossas liberdades em uma crise prolongada que pretendia destruir a esperança do povo. Não se engane ... a Grande Tribulação está chegando, e será pior. ”