Com aumento na demanda, Missão Covid precisa de médicos voluntários

O Brasil está em alerta. Os números da Covid-19 voltaram a subir e estão deixando a população apreensiva com a nova onda de casos. Prova disso é o aumento na demanda da Missão Covid, plataforma que atende, gratuitamente, pessoas com sintomas da Covid-19 via telemedicina desde o início da pandemia. Nesta semana, a startup social vem registrando uma escalada de acessos: foram 3.200 na segunda-feira (16), 11 mil, na terça (17) e 37 mil na quarta-feira (18).

Nesta quinta-feira (19) o site precisou ser tirado do ar na parte da manhã por acumular mais de 200 solicitações de atendimento.

“Se deixássemos aberto, seriam mais de 1.000 solicitações e os médicos voluntários não dariam conta de atender todo mundo”, explica Dr. Leandro Rubio, um dos criadores da plataforma. 

São 1.315 médicos voluntários cadastrados, porém pouco mais de 30 atendendo atualmente. E ele faz um apelo à comunidade médica: “Precisamos de mais médicos dispostos a prestar esse primeiro atendimento de forma gratuita à população. Somos um projeto pioneiro e humanitário que continua na luta contra a Covid-19, mas dependemos dos voluntários para conseguirmos atender à demanda”, diz.

Os interessados podem se cadastrar em: https://missaocovid.com.br/.