Pais de menina que atirou e matou amiga em MT são denunciados por homicídio culposo

Os pais da adolescente que atirou e matou a amiga Isabele Guimarães Ramos (foto), de 14 anos, no último dia 12 de julho, em Cuiabá/MT, foram denunciados pelo Ministério Público de Mato Grosso nesta terça (17). Os responsáveis viraram réus por homicídio culposo, quando não há intenção de matar.

A juíza Maria Rodi de Meira Borba, da Oitava Vara Criminal de Cuiabá, recebeu a denúncia contra os acusados da prática dos crimes de homicídio culposo, posse ilegal de arma, entrega de arma de fogo a pessoa menor, fraude processual e corrupção de menores. O processo corre em segredo de justiça.

À época do crime, o ex-advogado da família da adolescente de 15 anos que efetuou o disparo explicou que o tiro foi acidental e aconteceu quando a menina, que carregava um case de armas carregadas, deixou uma delas cair no chão e se desequilibrou quando recuperava o objeto.

Laudos periciais contestaram essa versão e apontaram que a arma do crime não poderia ter disparado acidentalmente. Para a polícia, a adolescente, no mínimo, assumiu o risco de matar a vítima. A menina, que negou que estivesse brincando com a arma, chegou a ser detida em uma unidade socioeducativa de Cuiabá, mas foi liberada um dia depois e responde a um processo sigiloso em liberdade.

Ainda segundo as investigações, a cena do crime foi alterada. Na casa da família da autora dos disparos, a polícia encontrou diversos armamentos. Tanto o pai quanto a filha eram praticantes de tiro esportivo.