Eduardo Paes e Marcelo Crivella disputarão o 2º turno no Rio

No Rio de Janeiro, Eduardo Paes e Marcelo Crivella vão disputar o segundo turno. Com 95,19% das urnas apuradas neste domingo (15) de votação, por volta das 22h45, Eduardo Paes somava 37% dos votos válidos, contra 21,86% de Marcelo Crivella, que tenta a reeleição.

 



Perfil

Eduardo da Costa Paes tem 50 anos e é carioca nascido e criado no Jardim Botânico, Zona Sul do Rio. Casado com Cristine Assed, é pai de dois filhos, Isabel e Bernardo. É formado em Direito pela Pontifícia Universidade Católica (PUC-RJ) e começou a carreira política em 1993, aos 23 anos, quando assumiu a Subprefeitura de Jacarepaguá e da Barra durante o mandato de César Maia. Foi o vereador mais votado do Brasil em 1998, antes de assumir dois mandatos como deputado federal. Foi também Secretário Municipal do Meio Ambiente em 2000, no mandato de Luiz Paulo Conde. Assumiu em 2007, no governo de Sérgio Cabral, a Secretaria Estadual de Turismo, Esporte e Lazer. Em 2008 foi eleito prefeito do Rio de Janeiro, cargo que ocupou por dois mandatos, se reelegendo em 2012.



Marcelo Bezerra Crivella tem 63 anos e é carioca de Botafogo, tendo sido criado na Gávea, Zona Sul do Rio. É casado com Sylvia Jane, pai de 3 filhos e avô de dois netos. Formado em Engenharia Civil pela Faculdade Santa Úrsula (FSU) e pela Faculdade de Engenharia Civil de Barra do Piraí do Rio de Janeiro (atual UGB). Bispo licenciado da Igreja Universal do Reino de Deus, Crivella entrou na política quando disputou e ganhou a eleição para senador federal pelo Rio de Janeiro em 2002, sendo também reeleito em 2010. Foi ministro da Pesca e Aquicultura entre 2012 e 2014, durante o governo Dilma Rousseff. Em 2016, foi eleito prefeito da cidade do Rio de Janeiro, cargo para o qual tenta a reeleição.

O segundo turno acontecerá no dia 29 de novembro.



Outros municípios 



Duque de Caxias

Washington Reis, do MDB, foi reeleito prefeito de Duque de Caxias, mas recurso ainda será julgado. Com 100% dos votos apurados, o candidato teve 52,55% e derrotou Marcelo Dino (PSL), que ficou em segundo lugar com 17,65%. Na última semana, o TRE indeferiu o registro da candidatura de Washington Reis, mas como cabe recurso, o prefeito de Caxias continuou como candidato.



Guapimirim



Marina, do PMB, foi eleita prefeita de Guapimirim. Ela teve 48,71% dos votos dados a todos os candidatos e derrotou Zelito Tringuelê, que ficou em segundo lugar com 32,16%.



Itaboraí



Marcelo Delaroli de Maricá, do PL, foi eleito prefeito de Itaboraí. Ele teve 39,30% dos votos dados a todos os candidatos e derrotou Sergio Soares, que ficou em segundo lugar com 30,09%.



Itaguaí



Dr Rubão, do Podemos, foi reeleito prefeito de Itaguaí. Ele teve 17,72% dos votos dados a todos os candidatos e derrotou Donizete, que ficou em segundo lugar com 16,11%.



Japeri



Dra Fernanda Ontiveros, do PDT, foi eleita prefeita de Japeri. Ela teve 38,31% dos votos dados a todos os candidatos e derrotou Helder, que ficou em segundo lugar com 34,40%.



Mangaratiba



Alan Bombeiro, do PP, foi reeleito prefeito de Mangaratiba. Com 100% das urnas apuradas, Alan teve 51,75% dos votos. O candidato derrotou Aarão (Cidadania), que ficou em segundo lugar com 39,90% dos votos.



Nilópolis



Abraãozinho, do PL, foi eleito prefeito de Nilópolis. Ele teve 48,97% dos votos dados a todos os candidatos e derrotou Dedinho, que ficou em segundo lugar com 32,47%.



Niterói



Axel Grael, do PDT, foi eleito prefeito de Niterói para os próximos quatro anos. Por volta das 23h deste domingo, com 97,35% das urnas apuradas, Grael tinha 62,50% contra 9,83% do  Flávio Serafini, segundo colocado.



Nova Iguaçu



Rogério Lisboa foi reeleito prefeito de Nova Iguaçu. Com 100% dos votos apurados, o candidato do PP tinha 62,10% e derrotou Max Lemos (PSDB), que ficou em segundo lugar com 13,86%



Queimados



Glauco Kaizer, do Solidariedade, foi eleito prefeito de Queimados. Ele teve 28,83% dos votos dados a todos os candidatos e derrotou Zaqueu, que ficou em segundo lugar com 25,61%.



São Gonçalo

Dimas Gadelha, do PT, e Capitão Nelson, do Avante, vão disputar o 2º turno em São Gonçalo. Com 99.94% das urnas apuradas, Dimas Gadelha tinha 31,36% dos votos dados a todos os candidatos e Capitão Nelson, 22,83%. Os dois vão decidir a eleição no dia 29 de novembro.



São João de Meriti



Dr João, do DEM, e Leo Vieira, do PSC vão disputar o 2º turno em São João de Meriti. Com 99.90% das urnas apuradas, Dr João tinha 32,27% dos votos dados a todos os candidatos e Leo Vieira, 19,58%.

Seropédica



Professor Lucas, do PSC, foi eleito prefeito de Seropédica. Ele teve 66,01% dos votos dados a todos os candidatos e derrotou Anabal, que ficou em segundo lugar com 27,37%.