Homem que ameaçou atentado contra Bolsonaro é indiciado pela PF

Um homem de 25 anos foi indiciado nesta quarta-feira (11) pela Polícia Federal (PF) por ter feito ameaças contra a integridade do presidente Jair Bolsonaro. O caso ocorreu em novembro do ano passado, quando o acusado chegou a ser preso por postar mensagens em redes sociais nas quais ameaçava atacar Bolsonaro.

Segundo a Polícia Federal, em um dos vídeos publicados, "o investigado afiava o cabo de uma escova de dente para transformá-la em estoque, instrumento pérfuro-contundente não identificável por detectores de metal". Durante as investigações, a PF realizou buscas e apreensões nas cidades mineiras de Três Corações e de Alfenas, em Minas Gerais.

O homem, inclusive, trabalhava como terceirizado na Escola de Sargentos das Armas, em Três Corações, unidade onde Bolsonaro participou de um evento no dia 29 de novembro de 2019. Era, então, uma solenidade de formatura do Curso de Sargentos.

O acusado foi indiciado pelo crime de atentado contra a liberdade pessoal do Presidente da República, previsto na Lei de Segurança Nacional. A pena prevista é de quatro a 12 anos de prisão.