Governo Federal afirma que 80% do estado do Amapá já tem energia

O Ministério de Minas e Energia afirmou nesta quarta-feira (11) que o fornecimento de energia no Amapá chegou a 80% hoje. Segundo a pasta, esse número foi alcançado depois que entrou em operação uma unidade geradora na Usina Hidrelétrica de Coaracy Nunes.

A usina fica a 137 quilômetros da capital Macapá, e proporcionou o restabelecimento de mais 10% do fornecimento. Entretanto, o abastecimento no estado ainda está sendo feito em sistema de rodízio, com turnos de 6 horas em cada região.

Por decisão da Justiça, a companhia Multinacional Isolux, que faz a transmissão de eletricidade ao Amapá, tem até amanhã (12) para viabilizar a completa solução do problema. Se não conseguir restabelecer 100% do fornecimento até esta quinta, a empresa pode ter que pagar multa de R$ 15 milhões.

O ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque, informou no último sábado (07) que a energia estaria 100% restabelecida no estado até o fim desta semana: “Como eu disse, nós vamos restabelecer a energia do Amapá gradualmente. Chegamos já próximo a 70%, vamos chegar a 80% e na próxima semana a 100%.”

População protesta

Enfrentando um apagão energético desde a terça-feira da semana passada (09), quando um incêndio atingiu uma subestação elétrica, a população de alguns municípios do Amapá protestou mais uma vez na noite de ontem (10).Foi o quinto dia de protestos, que seguiram as dificuldades enfrentadas pelos amapaenses, como falta de distribuição de água, perda de alimentos sem refrigeração e problemas na rede de saúde.

Uma das manifestações chegou a interditar a BR-210 por oito horas nesta terça-feira (10). Em Macapá, os manifestantes também reclamam que o sistema de rodízio privilegiou áreas nobres da cidade, deixando os demais bairros com os piores horários de fornecimento.