Assistente do Porta dos Fundos é assassinado no Centro do Rio O cineasta Cadu Barcellos, de 34 anos, foi morto a facadas durante a madrugada de ontem (10) no Centro do Rio de Janeiro. Ele foi atacado na esquina da Avenida Presidente Vargas com a Rua Uruguaiana, no Centro, após pegar carona com uma amiga. Os dois teriam saído de uma roda de samba na Pedra do Sal.

Carlos Eduardo Barcellos Sabino foi codiretor do longa "Cinco vezes favela” e fez trabalhos para a televisão e para a internet, como o polêmico Porta dos Fundos.

Segundo o amigo William Oliveira, "Cadu foi assassinado possivelmente por conta de um celular, um Riocard e um punhado de reais".

O cineasta foi rendido perto de uma saída do metrô. Ele chegou a ser visto gritando por socorro por volta das 3h30, mas caiu alguns metros à frente e morreu no local.

A Polícia Militar encaminhou o caso à Delegacia de Homicídios.