Imprensa americana declara Joe Biden presidente dos Estados Unidos

A mídia dos Estados Unidos acaba de declarar Joe Biden o novo presidente do país. Segundo as projeções das agências que analisam a eleição, o candidato democrata conquistou a vitória no estado da Pensilvânia, que lhe confere 20 delegados, número suficiente para decretar sua vitória como o 46º presidente dos EUA.

A apuração segue indefinida nos estados do Arizona, Nevada, Geórgia, Alaska e Carolina do Norte. O candidato do partido democrata lidera nos três primeiros. O atual presidente, Donald Trump, do Partido Republicano, lidera os dois últimos, mas esses resultados não podem mais alterar o desfecho da eleição americana.

Trump alega fraude na apuração das eleições e entrou com ações na justiça para interromper a contagem dos votos enviados pelos correios. A campanha do republicano considera que esses votos são ilegais e que, sem eles, o presidente venceria em estados decisivos, como Georgia, Wisconsin, Pensilvânia e Arizona, e seria reeleito. A justiça de cada um dos estados e a Suprema Corte dos EUA avaliam o caso, e uma decisão definitiva pode levar dias ou até semanas.

O democrata Joseph Robinette "Joe" Biden Jr tem 77 anos e foi senador por seis mandatos, entre 1973 e 2009. Natural do estado da Pensilvânia, que hoje vai decretando sua vitória, ele foi vice-presidente dos Estados Unidos em chapa formada com Barack Obama, entre 2009 e 2016. Agora, segundo a imprensa americana, Joe Biden já pode ser declarado o novo presidente do país, ao lado da vice Kamala Harris.

Em pronunciamento nas redes sociais, Biden afirmou:

"América, eu estou honrado que vocês tenham me escolhido para liderar nosso grande país. O trabalho que temos pela frente será duro, mas eu prometo: Eu vou ser um presidente para todos os americanos - tenha você votado em mim ou não. Eu vou honrar a fé que vocês depositaram em mim."