Ministério Público do RJ denuncia Flávio Bolsonaro por crime de “rachadinha”

O Ministério Público do Rio de Janeiro denunciou à Justiça o senador Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ), o ex-assessor Fabrício Queiroz e mais 15 investigados por organização criminosa, peculato, lavagem de dinheiro e apropriação indébita no esquema das "rachadinhas", na época em que Flávio era deputado estadual.

A “rachadinha” é um crime que consiste no repasse, por parte de servidores públicos ou um funcionário terceirizado de governos federal, estadual ou municipal, de parte do salário para políticos e assessores parlamentares.

A denúncia foi ajuizada em 19 de outubro e encaminhada nesta terça-feira (03) ao desembargador responsável pelo processo no Tribunal de Justiça do Rio.