Padre baleado em Lyon está em estado grave Um padre foi baleado em frente a uma igreja em Lyon, no sudoeste da França, neste sábado (31/10). De acordo com o jornal francês Le Monde, o religioso está gravemente ferido e o autor dos disparos fugiu.

Ainda conforme o Le Monde, o padre, que pertence a uma igreja ortodoxa grega, fechava o templo religioso, por volta das 16h no horário local (12h no horário de Brasília) quando foi atacado. A igreja fica no cruzamento entre as ruas Père Chevrier e Saint-Lazare.

O Ministério do Interior da França emitiu uma alerta, pedindo que a população evite a área próxima à igreja e siga as orientações das autoridades. O ministro Gérald Darmanin disse que abrirá uma unidade de crise em Paris, junto ao presidente, Emmanuel Macron, e ao primeiro-ministro, Jean Castex.

O ataque ao padre acontece dois dias após um homem ter decapitado uma mulher e matado outras duas pessoas — entre elas a brasileira Simone Barreto Silva — na basílica de Notre-Dame em Nice, no sul da França. Ainda não há indicação, porém, de que os dois eventos estejam relacionados.

Manifestação

Uma marcha reunindo centenas de pessoas tomou as ruas do centro de Nice, na rivera francesa, na tarde deste sábado (31), para homenagear a brasileira Simone Barreto Silva, uma das três vítimas fatais do atentado terrorista ocorrido na quinta-feira (29). Ao final da marcha, na frente da igreja, o grupo fez uma manifestação bradando frases como "Queremos paz" e "Justiça".

A marcha partiu da igreja Saint-Pierre d'Arène, em Nice, onde uma cerimônia em homenagem a Simone Barreto Silva foi organizada na tarde de hoje. O clima era de muita comoção, com centenas de pessoas levando flores e chorando por Simone, que deixou três filhos entre 4 e 14 anos.

Siga-nos