Atores saem em defesa de Chris Pratt, cancelado na internet por ser cristão e defender Trump A discriminação tem um nome mais suave nas redes sociais: cancelamento, mas não menos devastador. A mais nova vítima do também chamado “ódio do bem” é o ator Chris Pratt. Uma brincadeira inofensiva no Twitter acabou levando ao “cancelamento” do astro de “Guardiões da Galáxia” nas redes sociais. Imediatamente, atores da Marvel deram início a uma grande campanha em defesa de Chris.

Tudo começou quando a produtora Amy Berg compartilhou, no último fim de semana, as fotos dos quatro Chris de Hollywood: Pratt, Pine, Hemsworth e Evans, acrescentando à legenda “um deles tem que ir embora”. A piada típica do Twitter logo gerou uma série de críticas reais a Pratt, discriminado por ser membro de uma igreja que se opõe ao movimento LGBT nos Estados Unidos e apoiador de Donald Trump.

A repercussão do assunto após o tweet viralizar fez Robert Downey Jr., o Homem de Ferro dos cinemas, se pronunciar na terça-feira (20).

“Os ‘sem pecado’ estão atirando pedras em meu irmão, Chris Pratt. Um verdadeiro cristão que vive por princípios, nunca demonstrou nada além de positividade e gratidão. (…) Se você tem problemas com Chris, te dou uma ideia: exclua suas contas nas redes sociais, sente-se com seus próprios defeitos de caráter, trabalhe com eles e, em seguida, celebre sua humanidade”, escreveu o ator.

Mark Rufallo, intérprete do Hulk, também defendeu o amigo. “Chris Pratt é o homem mais sólido que existe. Eu o conheço pessoalmente e, em vez de lançar calúnias, veja como ele vive sua vida.

Ele simplesmente não é abertamente político como regra”, postou. O diretor James Gunn, que trabalhou com Pratt nos dois “Guardiões da Galáxia”, disse que “Pratt sempre foi muito gentil com as pessoas, e essa é uma das razões pelas quais eu o amo”, citando a boa convivência do astro com membros de produção e no atendimento aos fãs.

Outras celebridades se pronunciaram online, incluindo Terry Crews, de “Brooklyn Nine-Nine”, que foi duramente criticado nas redes por ficar “em cima do muro” em relação às polêmicas em torno de Pratt. Até o momento, Chris Pratt não se manifestou publicamente sobre o caso.