Traficante procurada pela polícia do Rio já esteve em ministério de louvor

A história de uma ex-integrante de grupo de louvor que virou traficante surpreende e leva a igreja a uma real reflexão sobre o seu papel na sociedade.



Circula em grupos de WhatsApp fotos antigas de Rayane Nazareth Cardozo da Silveira cantando em um templo evangélico. As imagens mostram uma jovem de roupas comportadas em um momento de adoração. Mas em fotos recentes nas redes sociais, a mesma Rayane aparece com roupas curtas e decotadas e ostentando armas de grosso calibre.



Agora a jovem atende pelo apelido de Hello Kitty, como é conhecida no mundo do crime, no município de São Gonçalo/RJ.



Mas de infantil ela só tem mesmo o apelido. Aos 19 anos, carrega no seu histórico prisão por tráfico de drogas e pelo menos três delegacias abriram inquéritos para investigar sua participação em crimes que vão de roubos a homicídios.



Hello Kitty é apontada pela Polícia Civil como gerente do tráfico de drogas na comunidade Nova Grécia, em São Gonçalo, e braço direito do traficante Alessandro Luiz Vieira Moura, o Vinte Anos. Contra ela, há dois mandados de prisão por roubo majorado.



Um comentário nas redes sociais resume a inversão de vida de Rayane. 



“Essa é a Hello Kitty na igreja, fazendo a obra do Senhor. Infelizmente, ela saiu da igreja e agora tá no mundo fazendo a obra do mal”, diz a legenda na foto de Rayane da época em que estava na igreja.



Segundo a polícia, Hello Kitty se envolveu com traficantes quando ainda morava no Morro da Ilha da Conceição, mas entrou na mira da polícia em 2018, ao ser identificada por vítimas de roubos na região.



Nos relatos, ela é descrita como uma mulher com uma grande tatuagem na coxa, que pilota uma moto preta com um rapaz na garupa. O rapaz, segundo investigadores, era namorado e comparsa da jovem. Ele morreu no ano passado, em Minas Gerais.



Após a morte do namorado, Hello Kitty buscou abrigo na Favela do Sabão, em São Lourenço, Niterói, onde começou a atuar no tráfico de drogas, exercendo a função de segurança armada.



O livre arbítrio foi dado e Hello Kitty escolheu a pior parte. Como diz em  Provérbios 26:11, “Como o cão torna ao seu vômito, assim o tolo repete a sua estupidez”.



O Portal dos Procurados, do Disque-Denúncia (21) 2253-1177, oferece mil reais por informações sobre Hello Kitty.