Publicidade

Campanhas de agasalho mobilizam o RJ A chegada de uma frente fria registrando as mais baixas temperaturas do ano neste final de semana atingiu, principalmente, quem vive pelas ruas. Com uma população de rua cada vez maior, o Rio de Janeiro tem calçadas lotadas com pessoas dormindo no frio e que mobilizam uma rede de solidariedade de quem se dedica a ajudar o próximo.
O perfil de pessoas que se dedicam a amenizar o sofrimento de quem vive nas ruas neste inverno é diverso. Em comum, a solidariedade. Todos os dias um grupo doa sopas na calçada da Defensoria Pública, na Rua Marechal Câmara, no Centro do Rio, reunindo muitos moradores de rua. Também na madrugada deste domingo (07), um outro grupo distribuía comidas a moradores de rua na Cidade Nova, na altura do Sambódromo carioca. Atuando há mais de 40 anos com esse trabalho, voluntários disseram apenas que fazem questão de manter o anonimato.
De acordo com a Secretaria Municipal de Assistência Social e Direitos Humanos do Rio de Janeiro, eventualmente são doados agasalhos que são distribuídos para os usuários da rede de abrigos da prefeitura. No entanto, no momento não há nenhuma mobilização por parte de parceiros com esse fim, informa o órgão. A rede possui 63 unidades, sendo 39 públicos e 24 conveniados, entre os quais o Hotel Solidário Central do Brasil com serviço gratuito para pernoite. São ao todo 2.335 vagas para receber as pessoas que aceitam ir para essas unidades.
Onde doar
Bases de atendimento da CCR ViaLagos, localizadas em Araruama (km 40 - sentido Região dos Lagos) e São Pedro da Aldeia (km 56 – sentido Rio de Janeiro), ou no Shopping Graal ( km 23 - próximo à praça de pedágio - acesso nos dois sentidos), e deixar a doação em qualquer horário, durante 24 horas. Os itens arrecadados serão doados a instituições assistenciais dos municípios ao longo da rodovia.
A LAMSA, concessionária da Linha Amarela, em parceria com a ONG Viva Rio e com o apoio do Instituto Invepar, deu início à campanha "Passe o Bem - Agasalho". Até o dia 22 de julho, os usuários doadores poderão entregar os itens escolhidos na recepção do Prédio Administrativo da LAMSA.
O Hospital Estadual Getúlio Vargas (Av. Lobo Júnior 2293, Penha Circular) também recebe agasalhos.