Operação policial mata 12 suspeitos na Rio-Santos Uma ação conjunta da Polícia Civil com a Polícia Rodoviária Federal deixou 12 mortos na noite de ontem (12), em Itaguaí, na região metropolitana do Rio de Janeiro. De acordo com as polícias, os suspeitos foram mortos em confronto com policiais.

As mortes ocorreram durante uma tentativa de interceptar um comboio de quatro carros que transportavam suspeitos de integrar uma milícia, em um acesso à rodovia Rio-Santos (BR-101), próximo ao posto da Polícia Rodoviária Federal.

Entre os mortos está o homem apontado pela polícia como o chefe da milícia em Itaguaí. Carlos Eduardo Benevides Gomes, o Cabo Benê, era um dos homens mais procurados do Estado do Rio de Janeiro. Ele era policial militar e foi expulso da corporação em 2008, após uma operação da Polícia Civil contra a milícia de Campo Grande, zona oeste do Rio.

Durante a tentativa de abordagem, segundo a Polícia Civil, os criminosos reagiram atirando contra os policiais. Pelo menos oito fuzis, além de pistolas e munições, foram apreendidos. Os veículos usados no comboio eram roubados ou clonados.