Malafaia manifesta nas redes sociais insatisfação com indicação de Bolsonaro para vaga no STF O pastor Silas Malafaia, líder da Assembleia de Deus Vitória em Cristo, voltou a criticar a escolha do presidente Jair Bolsonaro para ocupar a vaga de Celso de Mello no Supremo Tribunal Federal. Apesar de ter prometido que o próximo ministro seria “terrivelmente evangélico”, Bolsonaro indicou o desembargador Kassio Nunes Marques, o que tem gerado revolta entre os seus apoiadores.

Para ele, o indicado “tem amizade com a turma do PT” e “posição dúbia” sobre aborto. “Precisa de mais alguma coisa”.

Desde a semana passada, o pastor vem publicando em suas redes sociais diversos vídeos chamando o ato de Jair Bolsonaro de vergonhoso.

Há algumas semanas, Silas Malafaia apresentou a Bolsonaro uma lista de candidatos “extremamente evangélicos” para ocupar uma cadeira no STF. O presidente ignorou as sugestões e indicou um católico, o desembargador Kassio Nunes Marques.

Em culto na segunda-feira, no entanto, Bolsonaro garantiu que a próxima vaga no STF será de um pastor.