Ativista gay fala em Na comemoração pela aprovação de um projeto de lei favorável ao aborto, no Chile, um ativista LGBT bradou a plenos pulmões que agora os favoráveis à interrupção de gravidez vão fazer “creme com os fetos”.

O que o porta-voz do Movimento de Libertação Homossexual (MOVILH), Rolando Jiménez, não sabia era que sua declaração estava sendo filmada. Ele provocava um grupo de mulheres que se manifestavam contra o projeto quando foi flagrado por câmeras. Agora, o vídeo do abortista viralizou.

“Vamos fazer creme com os fetos”, disse Jiménez, em provocação às ativistas pró-vida que acompanhavam a votação na comissão do Senado chileno. De acordo com informações do portal ACI Prensa, o militante LGBT tem ligações com a entidade Miles Chile, uma organização que promove abortos e representa a Federação Internacional de Planejamento Familiar (IPPF).

Relatos indicam que a discussão começou quando ativistas pró-vida confrontaram a presidente da Miles Chile, Claudia Dides, questionando-a sobre o financiamento que recebem da IPPF, entidade associada à rede de clínicas Planned Parenthood, acusada de tráfico órgãos e tecidos de bebês abortados em suas instalações.

A repercussão das palavras de Jiménez causaram repúdio nas redes sociais, e numa entrevista ao El Demócrata, ele tentou se explicar afirmando que seu objetivo era “devolver um disparate de um grupo de senhoras pró-feto".