Pastor se desculpa após agredir a mulher em transmissão ao vivo

“E disse aos discípulos: É impossível que não venham escândalos, mas ai daquele por quem vierem!” (Lucas 17.1). Este é apenas um dos muitos versículos da Palavra de Deus que advertem sobre os riscos de se brincar de ser crente, de não levar uma vida condizente com aquilo que se prega.

Infelizmente, casos de pessoas que se dizem cristãs, mas que têm práticas inapropriadas aos ensinamentos da Bíblia viralizam cada vez mais nas redes sociais. Este foi o caso de um pastor em São Paulo.



Edson Araújo, da igreja Deus é Amor, em São Paulo, pediu perdão à esposa durante uma transmissão ao vivo. Nas imagens, além de aparecer ao lado da mulher identificada apenas como Débora, ele reconhece o erro e pede desculpas aos seus familiares, seu pastor e implora o perdão dos internautas.



O fato ocorreu após Edson ter agredido verbalmente sua esposa momentos antes de iniciar uma live. Ele não sabia que já estava ao vivo e a agressão foi ao ar. "Eu tenho certeza que estou me expondo aqui juntamente com a minha esposa e eu tenho certeza que nós vamos dizer aqui, aleluia, aos nossos irmãos, a real situação que ocorreu", disse.

Ele continua explicando: "Ontem nós estávamos em cima do horário de fazer o culto, e nós não tínhamos uma posição correta do equipamento, então eu simplesmente me levantei e fui tentar arrumar, e ai acabou derrubando outro aparelho de celular que faz a transmissão de hinos", explicou.

"Então, acabou destruindo aquele aparelho e caiu no chão. Eu fui ali de uma forma imprudente, de um forma incorreta que não poderia agir daquela conduta e da forma que eu agi, eu direcionei uma palavra, nunca tivemos nenhum tipo de problema. Quatro anos que nós convivemos, estamos juntos e abraçando a obra do Senhor e por um momento, verdadeiramente pela minha falha, eu assumo publicamente o meu errro e ter direcionado uma palavra incorreta e imprudente. E uma atitude que não é cabível a minha pessoa e a minha índole", ressaltou.

"Eu quero aqui, de antemão, primeiro a Deus, eu quero pedir o meu perdão publicamente e perdão a minha esposa Débora, pela minha atitude, erro e falha. Quero pedir perdão para o meu pastor, Elias e a minha família e a dela e a todos os pastores que confiaram e permaneceram confiantes no meu trabalho".

No vídeo da agressão, que viralizou na sexta-feira (18), é possível ver o religioso se levantando e dando um tapa em algo, além de xingar a mulher que o auxiliava no processo.

Pronto para entrar no ar, Edson fica incomodado com o ângulo da câmera e diz: “Que saco, m***. Arruma as coisas direito, imbecil. Arruma o negócio direito.” Na sequência, ele volta a sentar e inicia a live: “Aceitem a paz do senhor.”