Médico cristão é denunciado por ler a Bíblia para paciente Um médico de um hospital particular na Índia pediu a uma paciente em estado crítico e seu filho que lessem a Bíblia, pois, “todos morrerão um dia e só Jesus Cristo tem a chave do céu”.

O fato ocorreu no início deste mês, quando K Ganesh de Pappanchatram levou sua mãe, K Geetha, afetada por um câncer de mama, para um check-up de rotina no hospital particular em Thandalam.

Como eles queriam usufruir dos benefícios do Plano Estadual de Seguro Saúde, foram encaminhados ao médico Robert Louis. “Fomos lá com um exame que já havia sido feito, mas ele não aceitou”, disse Ganesh.

Então, o médico perguntou por que Gita estava com medo de seu estado de saúde. “Ele então disse que todos, incluindo ele, morrerão um dia. Você só precisa ter medo para saber se irá para o céu ou para o inferno. Sei para onde estou indo porque Deus (Jesus Cristo) me conhece”, disse Ganesh, acrescentando que o médico fez essa declaração enquanto tirava dois exemplares da Bíblia.

O médico então pediu ao filho da paciente para ler dois versículos da Bíblia, por causa de sua mãe para que seu medo pudesse ser afastado. Como o jovem estava relutante, o próprio médico começou a ler os versos antes de encaminhá-lo a um cirurgião.

O rapaz não gostou da atitude do médico e foi ao escritório do oficial médico residente e apresentou uma reclamação sobre o comportamento do profissional que atendeu sua mãe.

“No dia seguinte após eu ter feito a reclamação, as autoridades do hospital me chamaram dizendo que haviam concluído o inquérito sobre a minha reclamação e que gostariam de compartilhar os detalhes.

“A polícia de Thandalam nos disse que o hospital dispensaria o médico do serviço, mas as autoridades do hospital me disseram que o haviam transferido do departamento ambulatorial”, disse Ganesh.

Em seguida, um oficial superior da polícia ligou para Ganesh e pediu-lhe que excluísse a postagem do incidente no Facebook, pois o hospital havia agido contra o médico.

A polícia de Thandalam disse que não havia tomado nenhuma ação desde que as autoridades do hospital e Ganesh disseram que estavam resolvendo o problema.

Um dos funcionários do hospital, que ligou para Ganesh para dar uma atualização sobre a ação contra o médico, pediu a Swarajya que contatasse a administração do hospital para obter detalhes sobre o assunto.

O Conselho Médico da região foi acionado em uma ação contra o médico cristão.

A Índia é um país de maioria hindu. Segundo a organização Portas Abertas, Todos os cristãos estão passando por perseguição na Índia, uma vez que os radicais hindus os veem como alienados à nação. Eles querem limpar o país do islamismo e do cristianismo e não se esquivam de usar a violência para isso. Converter-se ao cristianismo – quando se vem de uma família hinduísta – é suportar o peso da perseguição na Índia e estar constantemente sob pressão para retornar ao hinduísmo. Muitas vezes, os cristãos ex-hindus são agredidos fisicamente e até mortos.