Incêndio atinge porto de Beirute, um mês após explosão que matou 190 pessoas

Após pouco mais de um mês da explosão que matou aos menos 190 pessoas e feriu outras seis mil, um novo incêndio atingiu, nesta quinta-feira (10) o porto de Beirute, no Líbano. Segundo informações do site Arab News, a Agência Estatal de notícias Nacional informou que o fogo começou em um depósito onde pneus são armazenados. Bombeiros e a Defesa Civil Libanesa conseguiram controlar as chamas e não houve vítimas.

Vídeos mostram uma grande coluna de fumaça preta subindo no local. Pelas imagens, é possível ver trabalhadores fugindo do local em chamas. 

Ao The Independent, Michel el-Murr, chefe da equipe de busca e resgate do corpo de bombeiros afirmou que reforços foram solicitados.

“Estamos tentando apagar o fogo, mas é muito grande. Precisamos de uma mistura de água e espuma. Pedimos apoio, precisamos da Defesa Civil e de todos os bombeiros aqui”, afirma o chefe da operação. Segundo o jornal, helicópteros também estão sendo usados para controlar o incêndio. De acordo com a mídia local, o exército pode começar a evacuar a área.

Causa da explosão

Há uma semana, o Exército do Líbano informou ter encontrado cerca de 4,3 toneladas de nitrato de amônio perto de uma das entradas do porto de Beirute. Um estoque de 2,7 mil toneladas desta substância foi a causa da explosão de 4 de agosto que deixou 190 mortos e 6 mil feridos.

O produto químico é normalmente usado como fertilizante e, por si só, é relativamente pouco explosivo – mas tem potencial de explosão se for mal armazenado.