Brasil tem a menor taxa de contágio por coronavírus dos últimos 5 meses A taxa de transmissão (índice Rt) do novo coronavírus no Brasil, de acordo com o último relatório apresentado pela Imperial College, na Inglaterra, caiu de 1 para 0,94.

Esta é a taxa mais baixa registrada no país desde abril, quando começou a ser monitorada pela Universidade. Os cientistas reforçam que os números precisam ser interpretados com cautela, uma vez que significa que a pandemia pode estar começando a se estabilizar.

A taxa indica que cada 100 pessoas contaminadas contagiam outras 94, que por sua vez passam a doença para 92 e assim por diante, desacelerando o contágio.

Essa é a segunda vez que a taxa fica abaixo de 1, sendo a primeira vez no dia 16 de agosto, quando registrou a marca de 0,98.

Embora os números recentes possam passar uma sensação de estabilização da pandemia, o Brasil registrou taxas menores que países como Paraguai e Argentina – 1,32 e 1,09, respectivamente.

O índice Rt é um dos principais referenciais para acompanhar a evolução epidêmica da Covid-19. Especialistas ponderam, no entanto, que é preciso acompanhar as taxas de contágio por um período prolongado de tempo para atestar a estabilidade, levando em conta o atraso nas notificações e o período de incubação do coronavírus, que chega a 14 dias.