Pesquisadores descobrem que remédio para pressão alta reduz risco de morte por Covid-19

A Universidade de East Anglia, no Reino Unido, fez uma pesquisa com 28.872 pacientes que já fazem o uso de remédios para pressão alta e descobriu que esses medicamentos são capazes de reduzir a mortalidade causada pelo novo coronavírus.

O risco de quadros graves da covid-19 também foi reduzido em pacientes com pressão alta que tomavam remédios como o losartana e o captopril.

Para os cientistas, embora a descoberta seja importante, ainda não foi provado se o uso dos remédios é eficaz em pessoas que não faziam um tratamento prévio para hipertensão. Logo, o uso deliberado da medicação não é recomendado para fins de proteção contra o vírus.

Os inibidores do sistema renina-angiotensina (RAAS) também são utilizados para outras doenças cardiovasculares, segundo os pesquisadores, como infarto do miocárdio, doenças crônicas dos rins e derrame cerebral — condições que podem aumentar o risco de morte por infecção pela covid-19.

O estudo feito pelos cientistas revisou outros 19 já existentes sobre o tema, usando a meta-análise (quando diversos estudos sobre um mesmo tema são analisados a fim de comprová-lo), e foi publicado no jornal científico Current Atherosclerosis Reports.