A Graça de Jesus não é barata Eu viagem à Turquia, pisei dentro do que antes foi uma piscina e hoje é apenas concreto. Foi uma piscina na entrada da cidade de Sardes. Essa piscina tinha alguns cômodos onde os ricos podiam descansar após um belo banho. Isso na entrada da cidade.

Quando um forasteiro vinha, ele podia passar por esse local, fazer a sua ginástica, tomar o seu banho e limpo, então, entrar na cidade.

Isso me lembra um detalhe. A gente para entrar na Cidade Santa terá que se lavar. Não entra na Cidade Santa, não entra na Nova Jerusalém, não entra no céu, aquele que quer carregar a poeira do caminho, a sujeira do pecado.

Se nós queremos entrar na cidade, temos que passar por um banho e esse banho é o sangue de Jesus que é a grande água limpadora. É o sangue de Jesus que nos purifica de todo o pecado.

Se a gente não se arrepender, se a gente achar que a Graça é barata, se a gente achar que Deus já fez tudo e ponto final, que não precisa fazer mais nada, se a gente entrar nesse princípio de que Graça envolve aceitar o perdão de Deus, envolve o fazer de Deus e a gente simplesmente recebe, e a gente não tem postura alguma, a gente vai se enganar.

Como disse Dietrich Bonhoeffer, temos que tomar cuidado para não achar que a graça é barata. Ela custou o sangue de Jesus na cruz. Se purifique! Pare de seguir esse caminho hedonista do mundo que tenta entrar na igreja, dizendo que vale tudo, que os tempos mudaram e que a gente pode ver do jeito que a gente quiser, que Deus vai abençoar assim mesmo. Não! Ele abençoa e nos concede coisas pela sua misericórdia. Mas há coisas que Ele quer nos dar, só espera de nós uma atitude de filho.

Arrependa-se e volte ao primeiro amor. Que Deus te abençoe!

Siga-nos

s