Passagem bíblica da nome à operação que prendeu acusados de envolvimento na morte de pastor

Durante entrevista coletiva na manhã desta segunda-feira (24), o Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro divulgou detalhes da conclusão das investigações que identificaram os envolvidos na morte do pastor Anderson do Carmo. Um detalhe curioso foi o nome da operação: Lucas 12.2-3, uma homenagem à passagem bíblica que diz: “Não há nada escondido que não venha a ser descoberto, ou oculto que não venha a ser conhecido. O que vocês disseram nas trevas será ouvido à luz do dia, e o que vocês sussurraram aos ouvidos dentro de casa, será proclamado nos telhados”.

Segundo as investigações do Ministério Público e da Polícia civil do Rio de Janeiro, o crime ocorrido no dia 16 de junho de 2019 em Pendotiba, Niterói, teve como mandante a deputada federal Flordelis dos Santos, que também é pastora e cantora. A parlamentar ainda não foi presa porque goza de foro privilegiado.

SAIBA MAIS DETALHES SOBRE A SOLUÇÃO DESTE CRIME.

Ao longo de todos os 14 meses que sucederam a morte do pastor, Flordelis manteve comportamento de viúva que chorava a morte do marido. Frequentemente a pastora postava em suas redes sociais mensagens de saudades da vítima. Era comum também ela compartilhar suas participações em cultos, como pastora ou cantora.

Neste domingo (23) não foi diferente. Ela fez seu último culto cantando "Vai passar. Ainda não chegou no seu limite, vai passar", antes de saber hoje que foi denunciada à Justiça por cinco crimes. O culto aconteceu ontem, por volta das 11h, no Ministério de Flordelis, localizado no bairro Galo Branco, em São Gonçalo, na Região Metropolitana do Rio.

Há uma semana, Flordelis fez uma publicação sobre a morte do pastor Anderson, que completou um ano e dois meses no dia 16 de agosto. A deputada escolheu uma foto de uma viagem dos dois a Israel e afirmou que o marido "deixou um vazio enorme" e que "quase desistiu de tudo".

"Ainda estou desnorteada, um pedaço do meu mundo se foi para sempre e parte de mim morreu junto com você. A dor se mistura com a revolta, foi cruel demais o que fizeram com você e busco forças em Deus e nas lembranças para lutar. Sinto muito a sua falta, amo você e do meu coração você jamais sairá", escreveu em parte da postagem.