Prefeitura do Rio adia fase 6 de flexibilização A Prefeitura do Rio de Janeiro anunciou no domingo (16) a prorrogação por 15 dias da vigência da Fase 5 de flexibilização na retomada gradual das atividades na cidade. Com isso, a Fase 6, prevista para começar ontem, fica adiada. A decisão foi tomada pelo Comitê Científico, por unanimidade, para melhor observação do comportamento de indicadores referentes ao combate à Covid-19.

O panorama atual é favorável ao avanço de fase, no entanto, alguns setores que já estavam autorizados a funcionar desde o início do mês, não tinham retomado as atividades, como é o caso dos pontos turísticos, que poderiam ter reaberto no começo do mês, mas somente sábado, 15/08, voltaram a receber visitantes. Na avaliação do comitê, ainda é necessário acompanhar o impacto dessa movimentação nos indicadores.

Além disso, o anúncio da desmobilização de leitos de hospitais de campanha por parte do governo do estado é outro ponto de atenção. Na próxima quinta-feira (20), deverão ser desmobilizados 100 leitos de enfermaria e 100 de UTI do Lagoa-Barra e, em 11 de setembro, 116 de enfermaria e 84 de CTI da unidade Parque dos Atletas.

Mesmo com essas variáveis, os indicadores continuam favoráveis. Mas o comitê optou por promover a vigência da Fase 5 por mais 15 dias, para observar o comportamento dessas atividades – disse o superintendente de Educação e Projetos da Vigilância Sanitária, Flávio Graça.

Apelo aos jovens
Durante o anúncio, o prefeito do Rio, Marcelo Crivella, afirmou que o Comitê Científico tem se pautado pelo risco zero e, com isso, as curvas de contágio tem caído na cidade desde março, quando o município passou a adotar medidas como o distanciamento social e o uso de máscaras:

Repasso aqui um apelo do Comitê Científico, sobretudo aos mais jovens, que estão lotando bares em pontos principalmente da Barra e da Zona Sul. Nosso maior patrimônio é conseguir manter baixa a carga viral na cidade. Hábitos adquiridos como lavar as mãos com frequência, usar máscara, evitar aglomeração e fazer o atendimento precoce dos pacientes ajudam a manter a cidade com menos vírus em circulação. Quando infelizmente temos uma multidão sem máscara, fumando na rua, bebendo, pode-se aumentar a carga viral em circulação. E, quando isso ocorre, aumenta o risco de perdermos vidas. Precisamos manter as regras de ouro.
Indicadores baseiam as decisões

Todas as medidas anunciadas são tomadas após reunião com o conselho científico que auxilia a Prefeitura. As decisões são baseadas em indicadores como a velocidade da curva de contágio, ocupação de leitos e queda no número de óbitos. Levando isso em consideração, as previsões para todas as fases estão sujeitas a alterações e a reavaliação do conselho científico.

Vale lembrar que com a entrada na Fase 5, em 01/08, foi autorizado o banho de mar nas praias, mas vedada a permanência na areia. Além disso, ambulantes podem trabalhar das 7h às 18h nas praias, parques e praças, sem aluguel de cadeiras e barracas, vendendo apenas produtos industrializados – bebida alcoólica está proibida – e com os devidos cuidados previstos nas Regras de Ouro.

O QUE É PERMITIDO NA FASE 5

Piscinas em condomínios
As piscinas dos condomínios podem reabrir. No entanto, a hidroginástica permanecerá proibida, pois geralmente reúne pessoas que fazem parte do grupo de risco.

Turismo
Pontos turísticos tiveram a capacidade de público ampliada de 1/3 para 50%, extensivo a aquário e zoológico privados, com os devidos cuidados previstos nas Regras de Ouro.

Shoppings
Os shoppings passam a abrir a partir das 10 horas. O fechamento prossegue às 22 horas. A regra da capacidade máxima de público permanece em 2/3 (incluindo os estacionamentos), respeitando o distanciamento de dois metros entre as pessoas.

Bares, restaurantes e lanchonetes
O uso do espaço interno não poderá ultrapassar 50% da capacidade das mesas, sendo mantido o distanciamento de dois metros entre elas. Segue a obrigatoriedade do uso de máscara (menos os sentados à mesa) e disponibilização de insumos para a higienização das mãos: álcool 70% em gel e dispensadores de sabão líquido e papel-toalha. Permanece vedado o sistema de self-service e música ao vivo.

Esporte e lazer
Está liberada a volta das escolinhas de treinamento, assim como atividades físicas no calçadão e esportes aquáticos no mar. Na areia, a restrição é para esportes coletivos, como vôlei e futevôlei, com a prática permitida apenas de segunda a sexta. Continua proibida a presença de público nas competições