Morre teólogo Norman Geisler

Norman Geisler, teólogo que fundou dois seminários evangélicos não denominacionais, faleceu nesta segunda-feira (1º) aos 86 anos. Conhecido como “preeminente apologista cristão do último meio século”, Norman era reconhecido em todo o mundo por seu trabalho na área de ensino da Bíblia.



O site e as redes sociais de Geisler anunciaram sua morte.



"É com grande tristeza que compartilhamos esta notícia de que Norm Geisler faleceu pacificamente esta manhã", dizia o post do Twiiter.



Segundo informou o site do Ministério, Norman estava internado em coma “depois de um coágulo de sangue no cérebro ter causado alguns danos“. Geisler foi co-fundador do “Veritas Evangelical Seminary”, localizado em Santa Ana, Califórnia, em 2008, e também fundou o “Southern Evangelical Seminary”, localizado em Mattews, Carolina do Norte, em 1992, juntamente com o evangelista e ex-pastor da Igreja do Calvário, Ross Rhoads, que faleceu em 2017.



Ele serviu como Chanceler, Professor de Teologia Apologética, e ocupante do Norman L. Geisler, presidente da Christian Apologetics no seminário. O teólogo havia se aposentado em maio passado.



Com um Ph.D. em filosofia da Universidade Loyola, Geisler fez contribuições acadêmicas para vários assuntos ao longo de sua carreira, incluindo apologética cristã, teologia sistemática, história da filosofia, filosofia da religião, calvinismo, catolicismo romano, dificuldades da Bíblia, ética e outros.



Ele foi autor, co-autor ou editor de mais de 90 livros e centenas de artigos. Várias livrarias cristãs do Brasil já editaram livros do teólogo.



Geisler frequentemente participava de debates acadêmicos sobre temas como criação e evolução, ética humanística, moralidade sexual e a existência de Deus.



Geisler deixa sua esposa Barbara Jean e seus seis filhos, quinze netos e três bisnetos.



Seu serviço fúnebre foi marcado para as 15h de sábado, 6 de julho, na Carolina do Norte/EUA.