Governo prepara Medida Provisória para garantir produção de vacina
O governo brasileiro prepara uma medida provisória para garantir recursos para a produção, pela Fiocruz, de 100 milhões de doses da vacina da Universidade de Oxford contra a Covid-19.

O texto já está em análise pelo Ministério da Economia, e pede o valor de R$ 1,9 bilhão -  R$ 1,3 bilhão serão destinados ao pagamento do laboratório AstraZeneca.

Segundo o Ministério da Saúde, o acordo prevê o início da produção da vacina no Brasil a partir de dezembro deste ano.

O restante do recurso será destinado à Fiocruz, como adiantou o secretário-executivo, Élcio Franco.

A vacina da Oxford é considerada pela Organização Mundial da Saúde (OMS) a mais avançada em todo o mundo.

Na última sexta-feira (31), a Fiocruz assinou um memorando de entendimento com o laboratório AstraZeneca, processo inicial para o contrato de produção da vacina, que de acordo com o Ministério da Saúde, deve ser assinado até o dia 14 de agosto.

A expectativa da pasta é que as vacinas sejam disponibilizadas prioritariamente para grupos de risco e profissionais de atividades essenciais.


*Agência Brasil