Bombeiros controlam incêndio criminoso na Reserva Biológica de Araras
Após três dias de combate às chamas, o Corpo de Bombeiros Militar do Estado do Rio de Janeiro (CBMERJ) extinguiu, nesta quarta-feira (29/07), os incêndios florestais que atingiram duas Áreas de Proteção Ambiental (APAs) na Região Serrana: a Reserva Biológica Estadual de Araras (Rebio Araras), administrada pelo Instituto Estadual do Ambiente (Inea), e o Parque Nacional da Serra dos Órgãos (Parnaso), em Petrópolis.

Neste momento, os guarda-parques fazem uma varredura para checar se ainda há pontos quentes na unidade de conservação. Os militares também seguem atuando nas localidades, realizando o trabalho de rescaldo, para impedir o retorno do fogo, que se iniciou na última segunda-feira (27/07). As chamas consumiram 673 hectares de floresta, o equivalente a 673 campos de futebol.

Além dos cerca de 100 bombeiros, profissionais do órgão ambiental fluminense também participaram da força-tarefa com guarda parques, brigadistas e agentes de órgãos externos - ICMBio (Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade), Ibama (Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis), Defesa Civil e Guarda Civil de Petrópolis. As operações na Região Serrana contaram com o apoio de mais de 20 viaturas, drones e uma aeronave.

O responsável pelo incêndio esta´ preso na 106ª DP (Itaipava), foi autuado por tentativa de estelionato e por crime de incêndio, e respondera´ administrativamente perante o Inea por infração ambiental com base na Lei Estadual 3467/2000, cuja pena é o pagamento de multa e a recuperação da área degradada.