Publicidade

Amigos e familiares cantam hino em homenagem a jovem evangélico morto por bala perdida

Moradores do condomínio Bancários, na Praça Seca, em Jacarepaguá, Zona Oeste do Rio de Janeiro, realizaram na noite de terça-feira (28) um “Canto pela Paz” para apoiar a família do jovem Caio de Jesus Barbosa, de 24 anos, morto na segunda-feira durante confronto entre traficantes pela disputa de território na região. Eles cantaram louvores para os parentes de Caio, que são evangélicos.

O ato foi divulgado nas redes sociais e reuniu dezenas de pessoas para canta o hino “Porque Ele Vive”.

Caio era estudante do último período de Direito e estava com casamento marcado para setembro. Ontem, aconteceria a sessão de fotos para o álbum. Por isso ele foi ao barbeiro na noite de segunda-feira. Ao voltar para casa, por volta das 20h, uma bala perdida interrompeu os sonhos do jovem. No domingo (26), um dia antes de ser morto, Caio havia falado no culto da igreja onde era membro sobre luto e perda.

A vítima morava com os pais num condomínio em um dos acessos ao Morro da Barão — onde traficantes tentavam, pela segunda vez no mês, invadir a Praça Seca, que é dominada por uma milícia.

Caio tinha planos para prestar concurso: ele sonhava em ser delegado. Segundo filho de quatro irmãos, ele trabalhava como motorista de aplicativo durante a pandemia para ajudar a família.