Xuxa recebe críticas de Sara Winter após revelar que lançará livro infantil LGBT “Deixem nossas crianças em paz”. Foi esta a reação da ativista Sara Winter ao saber que a apresentadora Xuxa Meneghel irá lançar livros infantis com a temática LGBTQIA+.

“Não bastou fazer um filme pornográfico com uma criança, agora quer fazer isso? Que pessoa horrível! Deixem nossas crianças em paz seus doentes”, escreveu Sara em suas redes sociais.

A revelação de Xuxa foi feita em um bate-papo com o apresentador Otaviano Costa, no programa “Otalab”.

“Tem um (dos livros), que é o meu xodó, que é a história da Maia. Uma menina arco-íris, que tem duas mães, que é minha afilhada. Fiz esse livro pensando em tudo o que a gente está passando, tanto preconceito, tanta discriminação, tanta gente julgando as pessoas pelas suas escolhas, condições ou vontades. Aí eu tentei colocar de uma maneira lúdica, bonita. Para que as crianças possam entender que o amor é mais importante do que qualquer coisa”, contou Xuxa sobre o seu entendimento do que é o amor.


Ela também disse que irá abordar nos livros assuntos como o veganismo de forma lúdica para o entendimento do público infantil. “Tenho certeza que muita gente vai ler e, de repente, repensar nas coisas. Não tem como falar da minha vida sem falar da minha mãe. Nas minhas memórias vai ter tudo que ela me passou e ensinou. Queria que as pessoas prestassem atenção numa avó ou avô, pai ou irmão mais velho, alguém que esteja perto, assim como a minha Aldinha (mãe de Xuxa) foi para mim. Me deu aqueles toques que estou levando pela minha vida toda, passando para a minha filha, e tenho certeza que quero passar para o meu neto”, concluiu.

A exemplo de Sara Winter, várias outras pessoas tomaram posicionamento em defesa das crianças.

“To quase acreditando que essa mulher tem mesmo pacto com o diabo”, comentou um seguidor de Sara sobre Xuxa.

Houve quem a acusasse de pedofilia.

“E a Xuxa ainda dizia que foi abusada qdo criança... Cresceu e virou abusadora também. É sempre esse o ciclo”, comentou outra seguidora.

Como defensora das bandeiras contra o feminismo e o aborto, Sara Winter parece disposta a mobilizar pessoas contra o que chamou de “mais um ataque contra nossas crianças”.