Publicidade

Aprovação do governo Bolsonaro tem alta, segundo pesquisa XP/Ipespe A percepção da população sobre o governo Jair Bolsonaro registrou melhora, segundo indicadores da pesquisa XP/Ipespe realizada em julho. No principal indicador, a aprovação manteve tendência de alta, indo a 30%, dois pontos a mais que em junho, e a reprovação voltou a oscilar negativamente, indo a 45%, três pontos a menos que no mês anterior.

Também manteve tendência de alta a avaliação positiva da atuação do presidente na crise do coronavírus, movimento observado desde maio, além de ter sido registrada melhora na percepção de que a economia está no caminho certo, que passou de 29% para 33%.

Com os movimentos, os indicadores se aproximam dos observados antes da saída do ministro Sergio Moro do governo, que havia provocado um registro negativo de indicadores de imagem do presidente.

Foram realizadas 1.000 entrevistas de abrangência nacional, nos dias 13, 14 e 15 de julho. A margem de erro é de 3,2 pontos percentuais.

A pesquisa é a primeira da série que acontece depois da prisão de Fabrício Queiroz, ex-assessor do senador Flávio Bolsonaro. Entre os entrevistados, 77% dizem ter conhecimento das investigações e 54% dizem que ela afetará pouco ou nada o governo Bolsonaro.

Em relação à fase de conciliação de Bolsonaro com a Câmara, o Senado e o Poder Judiciário, cerca de metade dos entrevistados diz não ver alteração na atuação do presidente e sustenta que ele está “com o mesmo comportamento de sempre”. Outros 28% dizem que ele está mais tolerante e aberto ao diálogo, enquanto 9% o veem menos tolerante.


*com informações XP/Ipespe