Presidente da Polônia combate doutrinação LGBT nas escolas Os pais na Polônia terão em breve maior controle sobre a educação de seus filhos. O recém-reeleito presidente, Andrzej Duda, apresentou nessa sexta-feira (3) uma emenda à lei educacional nesse sentido. Pelo projeto de lei, as ONGs que desejarem interagir de qualquer maneira com os alunos deverão antes ser aprovadas por todos os pais. O PL é visto como um esforço para combater o lobby e a doutrinação LGBT dentro das escolas.

A emenda que permitirá que os pais tenham mais voz sobre ONGs que entram nas escolas foi apresentada por Andrzej Duda durante reunião com famílias polonesas.

Defensor da família
Em sua campanha pela reeleição, Andrzej Duda dizia que uma de suas principais propostas é a aprovação de um pacote de leis voltadas à família e pensionistas. A Polônia é um país majoritariamente católico. O partido ultra-direitista ao qual Duda é filiado, Lei e Justiça (PiS), categoriza a população LGBT como uma “ideologia” estrangeira que busca atacar a família tradicional.