Guarda Municipal interrompe batismo com mais de 30 pessoas em praia de Belém A flexibilização gradual das atividades tem causado confusão em algumas cidades brasileiras durante a pandemia do novo coronavírus. Em Belém, por exemplo, a Guarda Municipal interrompeu no domingo (21) uma cerimônia de batismo que reunia mais de 30 pessoas na praia de Barro Branco, no bairro do Outeiro. Além da cerimônia, agentes também interromperam um campeonato de futebol e várias festas de ruas durante o final de semana. Todos estavam descumprindo o decreto que proíbe a permanência de pessoas em praias para evitar aglomerações.

Somente no Outeiro, mais de 200 pessoas foram orientadas a se retirar das praias. Uma pessoa que participava do batismo foi atacada por uma arraia e socorrida por agentes.

Também houve fiscalização nos distritos de Icoaraci e Mosqueiro. De acordo com a Guarda Municipal, no distrito de Mosqueiro, 312 banhistas foram retirados das praias.

No Rio de Janeiro, as praias estão liberadas apenas para prática esportiva individual, como surf, natação e standup paddle. Mas no primeiro domingo de inverno o sol apareceu e as praias ficaram lotadas nas zonas sul e oeste da cidade. Havia aglomerações nos calçadões, nas areias e muita gente se refrescado no mar.

As máscaras, quando usadas, parecem ser mais comuns no queixo ou penduradas na orelha. Um sinal de que muita gente ainda não tomou consciência da gravidade do coronavírus, apesar de os dados do Ministério da Saúde mostrarem que a Covid-19 já deixou mais de 50 mil mortos só no Brasil.