Rio ganha enfermaria para pacientes com sintomas iniciais de Covid-19 A prefeitura do Rio de Janeiro inaugurou neste domingo (21) a primeira enfermaria que vai garantir assistência aos pacientes que apresentarem os primeiros sintomas moderados da covid-19 e suspeita de infecção pelo novo coronavírus. A unidade vai funcionar no Polo de Cuidado Comunitário, instalado no pátio do Centro Municipal de Saúde Belizário Penna, em Campo Grande, zona oeste da cidade, ao lado do centro de imagem recém-inaugurado, e terá 24 leitos de observação clínica. As atividades serão iniciadas na próxima sexta-feira (26).

De acordo com dados de sábado (20) do painel Rio covid-19, da prefeitura carioca, Campo Grande é o bairro da cidade com mais óbitos (300), e o terceiro com maior número de casos (1.932), atrás de Copacabana (2.107) e Barra da Tijuca (2.028).

O prefeito Marcelo Crivella destacou que o polo vai cuidar das pessoas que apresentarem os primeiros sintomas da covid-19. “Ao invés de irem para casa e, quando agravar, virem procurar tratamento, vão ficar sob a vigilância de médicos e enfermeiros 24 horas por dia. É uma nova estratégia que nós estamos lançando. Uma inovação para controlar o contágio e evitar que essas pessoas se agravem e precisem de enfermaria ou UTI”.

Avaliação
A indicação de internação precoce no polo será dada após avaliação médica e resultado da tomografia realizada no centro de imagem, construído ao lado, informou a prefeitura, por meio de sua assessoria de imprensa.

Do total de 24 leitos, 20 serão leitos de observação e quatro para pacientes com quadro clínico considerado mais delicado, que precisem de estabilização para transferência a hospitais de referência, como o de Campanha, no Riocentro, ou o Ronaldo Gazolla, em Acari.