Publicidade

Rio de Janeiro perde seu segundo Secretário Estadual de Saúde em menos de 2 meses O secretário Estadual de Saúde, Fernando Ferry, anunciou sua demissão do cargo nesta segunda-feira. Menos de 2 meses após entrar para o governo, Ele pediu desculpas à população por deixar o cargo em meio a uma pandemia e disse que “tentou”.

Em vídeo enviado à Rede Globo, Ferry disse:

"Hoje estou pedindo a exoneração do meu cargo de secretário de saúde do Rio de Janeiro. Eu queria agradecer ao governador por ter me dado essa oportunidade, de tentar resolver esses graves problemas que estamos vivendo na saúde. Só queria dizer mais uma coisa: peço desculpa à população. Mas a única coisa que tenho que falar é que eu tentei. Obrigada e espero que vocês me desculpem".

Alguns contratos firmados durante a pandemia têm sido alvo de investigações. Entre eles, estão os de construção dos hospitais de campanha para atender as vítimas da Covid-19 e os contratos de compra de respiradores.

Na semana passada, o Ministério Público Federal denunciou 17 pessoas "por danos à Saúde do Rio de Janeiro” em decorrência da Operação Favorito, um desdobramento da Lava Jato.