Após inaugurar hospital de campanha em São Gonçalo, Governo do Rio anuncia unidade em Nova Iguaçu

O Governo do Estado inaugurou na quinta-feira (18), o Hospital de Campanha de São Gonçalo, na Região Metropolitana. Esta é a quarta unidade entregue para atendimento a pacientes do SUS infectados pela Covid-19. Inicialmente, o hospital conta com 40 leitos - sendo 20 de enfermaria e 20 de UTI - e tem suporte de 40 respiradores. No total, a unidade terá capacidade para 200 leitos, sendo 120 de enfermaria e 80 de UTI.

O Hospital de Campanha de São Gonçalo é uma unidade de alta complexidade, com capacidade para realizar procedimentos de hemodiálise e exames de ultrassom, raio-x e tomografia. A gestão do hospital, que receberá pacientes via sistema de regulação, ficará a cargo da Fundação Saúde.

- Vários indicadores nos mostram que o contágio pela doença está em queda, mas é muito importante estarmos preparados para qualquer eventualidade. Este hospital será fundamental para a população de São Gonçalo e municípios vizinhos no suporte à vida. Estamos trabalhando para colocar todas as unidades em funcionamento - disse o secretário de Estado de Saúde, Fernando Ferry.

O próximo hospital a ser inaugurado será o de Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense, com data ainda a ser definida. Até o momento, o Governo do Estado entregou três hospitais de campanha: o Lagoa-Barra, no Leblon, e o Parque dos Atletas, na Barra da Tijuca, na Zona Oeste do Rio, ambos com 200 leitos cada, construídos e geridos pela Rede D´Or; e o Maracanã, na Zona Norte do Rio, com 400 leitos.