Deputado Fábio Silva pede atenção especial da Alerj ao caso em que grupo de oração foi alvo de tiros Em sessão extraordinária da Alerj por videoconferência na quarta-feira (18), o deputado estadual Fábio Silva (DEM) pediu ao presidente da casa, André Ceciliano (PT) que de uma atenção especial ao que chamou de “absurdo” quando um grupo de evangélicos foi alvo de tiros na manhã de terça-feira (16) em Botafogo, na Zona Sul do Rio.

O grupo orava em uma mata próxima à um prédio na Rua Álvaro Ramos, quando dois tiros de arma de fogo foram disparados. Ninguém ficou ferido.

“Nós já estamos agindo, mas gostaríamos de pedir à Vossa Excelência uma atenção especial”, disse Fábio Silva ao presidente da Alerj.

De acordo com a Polícia Militar, após os tiros, houve outro disparo, mas dessa vez de chumbinho. Uma irmã foi atingida. Ela foi encaminhada para o exame de corpo de delito no Instituto Médico Legal (IML), em São Cristóvão, na Zona Norte.

A corporação afirmou que os tiros partiram da janela de um prédio.

A delegada titular da 10ª DP(Botafogo), onde a ocorrência foi registrada, informou que a mulher atingida pelo tiro de chumbinho e o síndico de um edifício na Rua Álvaro Ramos prestaram depoimento.
Felizmente, ninguém se feriu gravemente.