Hemorio faz coletas externas de sangue em igrejas O Hemorio, segundo maior hemocentro do Brasil, lançou nesta semana a campanha Isole a Indiferença, com objetivo de atrair doadores durante o Junho Vermelho, mês oficial para doação de sangue no país, e reverter a forte queda na coleta de bolsas de sangue, que registrou redução de quase 40% em maio quando comparado com o mesmo período do ano anterior. Dentro de sua programação mensal, o Hemorio fará cinco coletas externas ainda este mês, quatro delas em igrejas evangélicas. Veja a lista:

18/06 – Catedral Mundial da Fé – Av. Dom Helder Câmara, 4.242, Del Castilho, RJ – 09h às 16h.

20/06 – Igreja Batista Betânia – Estrada Manoel Nogueira de Sá, 538 – Jardim Sulacap, RJ – 10h às 16h.

20/06 – Assembleia de Deus Ministério Jardim Palmares – Rua Agai, 2000, Paciência, RJ – 10h às 15h.

23/06 – Igreja Universal do Reino de Deus – Recreio – Av. Salvador Allende, 6.500, Recreio dos Bandeirantes, RJ – 10 às 16h.

27/06 – Hospital Estadual da Criança – Rua Luiz Beltrão, 147, Vila Valqueire, RJ – 09 às 16h.

29/06 – Igreja Assembleia de Deus Queimados – Rua Guilherme Weinschenck, Vila Tinguá – Queimados, RJ – 10h às 15h.

Ao longo deste mês, o Instituto fará ainda uma série de ações em parcerias com empresas para incentivar a participação popular e facilitar a vinda do doador que se encontra em período de isolamento social. Marcas como o Bondinho Pão de Açúcar e Cabify estão entre as participantes. Além disso, iniciativas como o “Hemorio em Casa”, que já registrou aproximadamente 3.000 doações em 42 condomínios do Rio de Janeiro, serão reforçadas.

Desde o início da quarentena no Estado, o Hemorio tem realizado uma série de atividades com objetivo de garantir a continuidade das doações de sangue. Campanhas ao lado das Forças Armadas, empresas de tecnologia e celebridades têm sido fundamentais para incentivar a população e promover as coletas durante o período de epidemia. Com a diminuição dos serviços, o fechamento das empresas e a redução no número de pessoas nas ruas, o Hemorio conta mais do que nunca com o apoio da população fluminense.

Em média, o instituto tem disponibilidade para receber até 500 doadores por dia, quantidade suficiente para atender toda a rede pública do Rio. Para uma situação regular, é necessário que o Hemorio disponha de pelo menos 300 bolsas de sangue diariamente.

SERVIÇO
Local: Rua Frei Caneca, 8, Centro (Hemorio)
Horário: 7h às 18h

Quem pode doar na pandemia

• É preciso ter entre 16 e 60 anos e até 69 caso já sejam doadores de sangue
• O doador deve pesar no mínimo 50 kg
• É necessário estar bem de saúde
• Quem quiser doar precisa portar um documento de identidade oficial com foto
• Não é necessário estar em jejum, apenas evitar alimentos gordurosos nas quatro horas que antecedem a doação e não ingerir bebidas alcoólicas 12 horas antes.
• Candidatos à doação que tiveram a doença ficam inaptos por 90 dias após a cura.
• Candidatos à doação que tiveram a forma grave da doença ficam inaptos por 1 ano após a cura.
• Candidatos à doação que tiveram contato com casos suspeitos ou confirmados ficam inaptos por 30 dias após cessação do contato.
• Candidatos à doação que retornaram de viagem internacional, vindos de qualquer país, ficam inaptos por 30 dias a partir do dia da chegada ao Brasil.
• Candidatos à doação que tiveram contato domiciliar com casos suspeitos ou confirmados ficam inaptos por 30 dias após a cessação do contato.

Jovens com 16 e 17 anos só podem doar sangue com autorização dos pais ou responsáveis legais. Devem portar o seu documento e um documento de identidade do responsável que assinou a autorização. Para mais detalhes, consulte o Disque Sangue de segunda a sexta-feira, exceto feriados, das 7h às 17h, através do número 0800 282 0708.