Pesquisa da Universidade de Brasília investiga influência do clima na propagação do coronavírus
Uma nova pesquisa da Universidade de Brasília, a UnB, vai investigar a influência do clima na propagação do novo coronavírus na região Centro-Oeste. O estudo faz parte de um esforço nacional de centros de estudos em climatologia, para auxiliar o poder público no enfrentamento à pandemia.

O professor do Departamento de Geografia da UnB e pesquisador do Laboratório de Climatologia Geográfica, Rafael Franco, afirma que o estudo busca a relação entre o clima e os dados epidemiológicos.

Como a Covid-19 foi identificada apenas em dezembro do ano passado, ainda há inúmeras dúvidas e especulações relacionadas ao vírus, principalmente em relação ao clima de cada local contaminado.

Em um país com a extensão do Brasil, onde a variação do clima é grande, entender como o vírus reage em cada localidade pode ajudar a pensar a prevenção ao vírus. O que se espera, até então, é que o coronavírus reaja como o vírus da gripe, se intensificando no inverno. Mas, ainda é preciso investigar.

Como o vírus chegou ao país em fevereiro, ainda há poucos dados sobre o comportamento da doença.

A pesquisa só deve apresentar os primeiros resultados preliminares apenas em setembro.

O professor Rafael Franco defende a necessidade de investimento na ciência para uma saída mais rápida da pandemia.

O projeto foi aprovado em uma chamada pública da UnB para pesquisas de combate à Covid, mas ainda aguarda recursos.


*Agência Brasil