Publicidade

Cai taxa de ocupação no Hospital de Campanha do Maracanã Houve queda de 66% na taxa de ocupação dos leitos para Covid-19 no Hospital de Campanha do Maracanã, segundo informações da Secretaria estadual de Saúde do Rio de Janeiro. O subsecretário de Regulação e Unidades Próprias da Secretaria, Ricardo Cavalcanti, visitou a unidade no sábado (13) e constatou que o hospital está com 15% dos 400 leitos de UTI e enfermaria da capacidade total ocupados – isso significa que houve queda de 66% na taxa de ocupação.

Ele avaliou a diminuição da taxa ocupação como algo positivo. Segundo Ricardo Cavalcanti, o número de pacientes está diminuindo graças a várias medidas simultâneas, como o distanciamento social, a testagem e a conscientização da população.

O estado do Rio de Janeiro registrou, até domingo (14), 7.672 óbitos por covid-19. Segundo a Secretaria de Estado de Saúde, são 79.572 casos confirmados. Ainda conforme o órgão, há 1.163 óbitos em investigação e 277 foram descartados. Até o momento, entre os casos confirmados, 63.817 pacientes se recuperaram da doença.

Nas 24 horas de sábado para domingo foram registrados mais 80 óbitos provocados pelo novo coronavírus (Sars-Cov 2) no estado. Sábado (13), dados da secretaria indicavam 7.592 mortes por covid-19. No total, eram 78.836 casos confirmados, sendo que 62.375 já se tinham se recuperado.

O município do Rio de Janeiro tem 41.768 casos, enquanto sábado eram 41.411. O número de mortes chegou a 5.043. Sábado eram 4.993, ou seja, mais 50 mortes. Depois da capital, Niterói, na região metropolitana, é a cidade com mais casos registrados (4.572) e 146 mortes. Na véspera eram 4.515 e o número de vítimas não se alterou de um dia para o outro.

Já em número de óbitos, o segundo município é Duque de Caxias, na Baixada Fluminense, com 342. Sábado eram 338. Em Caxias há 2.193 casos confirmados da covid-19. Na véspera eram 2.165.