Fiscalização para evitar circulação de pessoas nas praias do Rio será mais rigorosa A flexibilização das regras de isolamento social estabelecida pela prefeitura do Rio de Janeiro permite apenas a prática de esportes aquáticos individuais. Mas parece que o carioca não entendeu muito bem e o que tem se visto nos últimos dias são praias lotadas, com pessoas tomando sol, entrando no mar e jogando frescobol. O uso de máscara, que é obrigatório, também é desrespeitado por muitos. Diante deste cenário que põe em risco o controle do avanço do coronavírus, a partir deste domingo (14) a Prefeitura promete intensificar as ações para orientar a população sobre o distanciamento social e as regras de ouro nas praias da cidade.

Equipes da Guarda Municipal, da Seop, da Secretaria Municipal de Fazenda e da Subsecretaria Municipal de Vigilância Sanitária) farão a fiscalização do decreto de flexibilização, que proíbe atividades na faixa de areia e obriga o uso da máscara facial. Carros da Guarda Municipal equipados com alto-falantes para passar mensagens de prevenção serão usados na operação.

– O objetivo é conscientizar a população quanto à necessidade da manutenção do distanciamento social e das regras de ouro, que, mais do que protocolos de higienização, tornaram-se medidas fundamentais para salvar vidas. O apoio de todos é muito importante, e não podemos relaxar nesta fase de retomada – disse o subsecretário-executivo da Seop, Alessandro Carraceno.


Madureira
O prefeito Marcelo Crivella fez um apelo especial aos comerciantes de Madureira, que abriram lojas de rua apesar da proibição. O prefeito pediu que tenham paciência porque a autorização será contemplada numa fase adiante do plano de reabertura gradual das atividades.

Ele explicou que os shoppings tiveram permissão de funcionar antes por terem mais condições de controle das regras de ouro neste momento. E repetiu que o propósito não é punir, mas que os órgãos municipais cumprirão seu dever de coibir abusos e proteger a população.