Pedidos de liberdade de Lula voltam à pauta do STF A Segunda Turma do Supremo Tribunal Federal (STF) julga, na tarde desta terça-feira (25), dois pedidos de liberdade do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Os habeas corpus haviam sido retirados de pauta, mas, após intervenções de Cristiano Zanin, advogado do petista, e do ministro Gilmar Mendes, a presidente da Segunda Turma, Cármen Lúcia, colocou os itens para julgamento.

Zanin solicitou prioridade no julgamento do habeas corpus argumentando que Lula está preso há mais de 400 dias.

"Estamos diante de um caso cujo julgamento já foi iniciado", ponderou o criminalista.
Os ministros da Segunda Turma analisam dois habeas corpus nesta terça-feira:

• um no qual os advogados do ex-presidente questionam a atuação do relator da Lava Jato no Superior Tribunal de Justiça (STJ), ministro Felix Fischer
• outro em que é apontada a suspeição do ex-juiz e atual ministro da Justiça, Sérgio Moro, durante o processo no qual o ex-presidente foi condenado