Cantora Fabiana Anastácio morre aos 45 anos de Covid-19

A cantora Fabiana Anastácio morreu no início da manhã desta quinta-feira (04) aos 45 anos por complicações causadas pela covid-19. A notícia foi confirmada na página oficial da Fabiana no Instagram e também por amigos, como os cantores Jorginho de Xerém e Shirley Carvalhaes.

Fabiana era membro da Igreja Assembleia de Deus Ministério Santo André e estava internada há cerca de duas semanas, na UTI de um hospital de São Paulo. A família da cantora chegou a arrecadar R$ 15 mil em uma vaquinha online para custear o tratamento.

“Deus decidiu levar, nossa (Fabiana Anastácio Nascimento) para os seus braços. Obrigado a todos pelas orações...

Te Adorarei, te adorarei, quando chegar aí no Céu te adorarei”, diz o comunicado no Instagram.

“Hoje tivemos uma grande perda em nosso cenário musical, uma grande amiga FABIANA ANASTÁCIO foi morar com Jesus e foi fazer parte das Mansões Celestiais. Nós do ministério Shirley Carvalhaes prestamos nossos sentimentos a toda a família pela grande perda. Não é fácil perder alguém assim. Estaremos orando e intercedendo para que o Senhor Jesus conforte o coração de todos”, disse a cantora Shirley Carvalhaes.

O marido da cantora, o pastor Ruben Nascimento, também foi diagnosticado com Covid-19, mas apresentou sintomas mais leves e foi liberado do hospital.

Ontem a noite, a assessoria da cantora chegou a dizer que Fabiana continuava na UTI de um hospital em São Paulo, com um pouco de dificuldade pra respirar, agravada pela obesidade.

Fabiana é um nome conhecido na música gospel, tendo as músicas Sou Eu e Adorarei entre as mais populares. Ela soma mais de 1,1 milhão de seguidores nas redes sociais. A cantora teve uma carreira longa no meio gospel, foram 25 anos de ministério, mas ganhou destaque quando um de seus vídeos, cantando em um congresso, viralizou nas redes sociais. Nele, Fabiana interpreta a canção ‘Pai Eu Confiarei’, de Bruna Karla.