Publicidade

Ministro da Justiça determina investigação de vazamento de dados de Bolsonaro O ministro da Justiça e Segurança Pública, André Mendonça, afirmou nesta terça-feira (2) que determinou à Polícia Federal a abertura de inquérito para investigar o vazamento de informações pessoais do presidente Jair Bolsonaro, seus familiares e demais autoridades.

As investigações devem apurar crimes previstos no Código Penal, na Lei de Segurança Nacional e na Lei das Organizações Criminosas, de acordo com o ministro.

O grupo hacker Anonymous Brasil revelou dados pessoais do presidente Jair Bolsonaro, de seus filhos, da primeira-dama e dos ministros Abraham Weintraub e Damares Alves.

A informação sobre o vazamento foi confirmada pelo deputado estadual Douglas Garcia (PSL de São Paulo), que também teve dados divulgados e afirmou pelas redes sociais que vai registrar um boletim de ocorrência sobre o ocorrido.

Todas as divulgações ocorreram pelo Twitter do Anonymous Brasil, conta que foi derrubada pouco após a publicação. Parte das informações divulgadas é pública, como a declaração de bens, mas dados como telefone celular e endereços, que são privados, também foram expostos pelos hackers.