Publicidade

Indianos acreditam que ataque de gafanhotos pode indicar o fim do mundo “Nunca antes houve uma praga de gafanhotos, e nunca mais haverá. Eles cobriram todo o chão até ficar preto. Eles devoraram tudo o que restou após o granizo - tudo que crescia nos campos e os frutos nas árvores ". (Êxodo 10.12 – 15)

É o que a Bíblia diz sobre os ataques de gafanhotos, e agora os indianos estão convencidos de que os enxames de gafanhotos que invadem as partes do norte do país são bíblicos e podem até sinalizar o fim do mundo.

Nas últimas semanas, a Índia viu um dos piores ataques de gafanhotos da história. As cidades de Rajasthan, Madhya Pradesh e Uttar Pradesh foram invadidas por bilhões de gafanhotos que geralmente se alimentam de plantações. No entanto, esta semana gafanhotos entraram nas áreas residenciais de Jaipur, o que é uma raridade. A última vez que os gafanhotos invadiram colônias residenciais foi em 1993, conforme relatos.

O surto de coronavírus, juntamente com o devastador ciclone Amphan e o alarmante ataque de gafanhotos, faz a Índia pensar que o apocalipse pode não estar muito longe.

As tendências do Google revelam que, desde que as notícias dos ataques de gafanhotos começaram, as pessoas procuraram passagens bíblicas sobre o evento para entender o que o livro sagrado do cristianismo diz sobre o evento.

Não apenas o Google, mesmo as mídias sociais estão fervilhando com alegações de que o ataque de gafanhotos é bíblico:

Gafanhotos na época no Paquistão, agora na Índia, já foram avisados na Bíblia, alerta um religioso citando Joel 1: 4; 2: 25.

O Antigo Testamento menciona gafanhotos em várias partes, e uma olhada nas passagens mostrará que os insetos sempre foram associados à destruição e devastação. Na maioria dos casos, os gafanhotos eram as armas dos deuses que a usavam para punir a humanidade.

Os ataques de gafanhotos existem desde os primórdios da humanidade e vêm causando estragos há gerações. E é provavelmente por isso que a Bíblia e outros livros religiosos associam esses insetos à devastação e à perda de colheitas.

Um relatório da Moneycontrol mostra que os gafanhotos afetaram cerca de 64 países, incluindo Irã, Afeganistão, África e Índia. No subcontinente indiano, mais de 5 mil hectares de plantações foram destruídos no Rajastão. Gujarat também tem enfrentado uma infestação de gafanhotos nos últimos cinco meses.