Igreja transforma vidas na prisão

Uma igreja em Illinois, nos Estados Unidos, está ajudando a mudar o sistema de cárcere do condado local, levando seus serviços religiosos aos presos locais. Apesar do pouco tempo, apenas três meses, os funcionários e os internos da cadeia dizem que já viram progressos notáveis.



"Temos um ambiente mais tranquilo", disse o xerife do Condado de Jasper, Patrick Williamson, à WLFI-TV. “No passado, você ouvia batidas, chutes, gritos, mas agora está muito quieto. Eles se dão bem, tratam melhor a equipe, então temos menos incidentes.”



Antes dos serviços de prisão serem lançados, Williamson trabalhou com John Hill, pastor da Primeira Igreja, em uma casa de recuperação para homens. Depois de ver o sucesso dessa iniciativa, Hill decidiu seguir um programa maior de ministério com a Cadeia do Condado de Jasper.



"Nossa igreja estava realmente animada apenas para construir pontes com essas famílias, ajudá-las a se conectar com a nossa comunidade, ajudá-las com o emprego e mostra-las que nos importamos", disse Hill. "O milagre disso é algo para se contemplar", disse Williamson.



Os cultos semanais acontecem às quintas-feiras. A igreja traz equipamento de som, cadeiras e biscoitos, enquanto a cadeia fornece o café. O serviço é uma atividade opcional para os presos, mas cerca de metade dos homens e mulheres na prisão comparecem.



Anthony Gann, que foi preso em março por uso de drogas, disse à WLFI-TV que aprecia o impacto positivo que os serviços estão tendo na comunidade carcerária.



"É incrível ter essa verdadeira experiência da igreja enquanto estamos aqui passando nosso tempo", disse Gann. "Alguns dos melhores caras que eu conheço estão aqui."



Gann, que planeja frequentar a Primeira Igreja quando for solto em setembro, disse que quer continuar no caminho certo, além de seguir seu amor pela música. Em um vídeo compartilhado no Facebook em maio, Gann podia ser visto liderando a adoração entre seus companheiros de prisão. Ele cantou o hino "Amazing Grace".



"Não desista de nós", disse Gann. “Só porque usamos essas roupas não significa que somos pessoas más. Nós apenas tomamos algumas decisões estúpidas. Há uma mudança palpável na cadeia do condado, dos agentes de correção até os detentos”, disse Hill, “falaram sobre como toda a cultura da prisão mudou. Os presos estão se importando e pensando na vida além das grades. ”



Não são apenas os detentos que frequentam os cultos da igreja. Em um vídeo compartilhado no Facebook em maio, cinco homens e quatro mulheres na cadeia de Jasper County foram batizados pela Primeira Igreja.



"Acredito que Jesus é a única esperança no mundo", disse o pastor.



“Acho que vivemos em uma sociedade que é tão rápida em condenar as pessoas, mas Jesus foi tão rápido em dar às pessoas uma segunda chance.”