EUA vão doar 3 milhões de dólares para ajudar a combater coronavírus no Brasil O Brasil vai receber dos Estados Unidos uma ajuda de US$ 3 milhões, o equivalente a mais de R$ 17 milhões. O dinheiro será destinado a auxiliar no enfrentamento ao novo coronavírus.

Os CDCs - Centros de Controle e Prevenção de Doenças - norte-americanos vão atuar lado a lado com a Fundação Oswaldo Cruz e o Ministério da Saúde brasileiro.

Esses recursos serão aplicados para melhorar a detecção e o rastreamento de casos, a identificação de áreas de transmissão, o controle de surtos e o fornecimento de dados para uma reabertura segura no Brasil.

Os EUA já haviam anunciado, no começo de maio, a doação de US$950 mil para o apoio socioeconômico a populações vulneráveis.

Esse dinheiro vai auxiliar o Brasil a implementar 79 centros de operação de emergência, além de oferecer treinamento e oficinas aos profissionais.

Os valores também serão investidos na melhoria da saúde comunitária e na região de fronteiras, com a criação de laboratórios, aumentando, assim, a capacidade de diagnóstico da Covid-19 nessas regiões.

O CDC tem cooperado com o Brasil desde 2000 e mantém um escritório no país desde 2003.