Regina Duarte deixa a Secretaria Especial de Cultura Após se dizer “perseguida” por parte da imprensa e também da própria categoria artística, a atriz Regina Duarte foi chamada para um café da manhã com o presidente Jair Bolsonaro, no Palácio da Alvorada, na manhã desta quarta-feira (20).

Ela pediu ao presidente para deixar o cargo de secretária especial da Cultura e voltar a São Paulo, onde pretende ficar mais próxima da família e poderá ocupar uma função do governo federal na cidade.

Na saída do Palácio da Alvorada, após o café da manhã com o presidente, Regina Duarte posou para fotos com apoiadores do presidente. Ela vinha sendo criticada por não apresentar ações práticas em sua área. A classe artística argumenta que não há, até o momento, um projeto de grande porte feito pela atriz, que comandou a secretaria por quase dois meses.

Para o lugar de Regina Duarte, o presidente Jair Bolsonaro pretende convidar o ator Mario Frias.