Publicidade

Hidroxicloroquina é a prevenção de Trump contra coronavírus O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump disse que "vem tomando uma pílula de hidroxicloroquina" diariamente, há uma semana e meia, mesmo sem sintomas da Covid-19. A declaração foi feita a um grupo de repórteres na Casa Branca.

“Muitas coisas boas surgiram sobre o hidroxicloroquina. Muitas coisas boas surgiram. Você ficaria surpreso com quantas pessoas estão tomando ”, disse Trump. “Eu tomo… estou tomando há uma semana e meia. Um comprimido por dia”, disse a repórteres.

Trump fez a revelação de forma voluntária durante uma entrevista coletiva após se reunir com empresários do setor de restaurantes, que estão sofrendo os impactos da pandemia.

Trump disse que perguntou a um médico da Casa Branca o que ele pensava, que declarou que muitos profissionais de saúde da linha de frente estão tomando hidroxicloroquina.

O presidente americano disse não ter apresentado efeitos colaterais do medicamento. Trump afirmou ainda que não foi exposto ao novo coronavírus, e que é testado a cada dois dias, "sempre com resultados negativos" para a infecção.

Trump, de 73 anos, disse que também tomou uma dose única de azitromicina, um antibiótico que visa evitar infecções. Em conjunto com a hidroxicloroquina, o presidente americano disse que está tomando zinco. “Tudo que posso dizer é que, até aqui, pareço estar OK”, concluiu.

De acordo com Trump, o medicamento foi receitado pelo médico da Casa Branca.
Em março, as declarações de Trump sobre a cloroquina fizeram explodir as buscas pela droga na internet e levaram a uma corrida às farmácias.

No Brasil, o presidente Jair Bolsonaro também tem se manifestado favorável ao uso de ambas as drogas para o tratamento da covid-19. A ampliação do protocolo de aplicação da cloroquina, para pacientes com sintomas leves, foi um dos motivos que levaram à queda dos ministros da Saúde Luiz Henrique Mandetta e Nelson Teich.