Saiba onde tomar a vacina contra a gripe no Rio de Janeiro Começou hoje (18) a segunda fase da primeira etapa da Campanha de Vacinação Contra a Gripe em todo o Brasil. Dessa vez, serão vacinados os professores e a população com idade entre 55 e 59 anos.

A meta é imunizar mais de 36 milhões de pessoas no país até o dia 05 de junho.

Quem faz parte do público-alvo da campanha de vacinação e por algum motivo perdeu o prazo, não precisa ficar sem vacina. Essas pessoas terão até o final da campanha para se imunizar contra gripe.

A escolha do público-alvo seguiu a recomendação da Organização Mundial de Saúde e priorizou os grupos que têm maiores chances de desenvolver complicações respiratórias graves por causa gripe.

Lembrando que a vacinação contra a gripe não previne contra a Covid 19 mas ajuda os médicos a descartarem outras doenças em caso de contaminação pelo novo coronavírus.

Onde tomar a vacina no Rio de Janeiro
No município do Rio, a vacina é oferecida das 8h às 17h nas unidades de Atenção Primária. Três postos do Detran – na Barra da Tijuca, em Campo Grande e na Ilha do Governador – oferecem a vacina em sistema drive thru, das 9h às 14h. Haverá vacinação também na sede do Taxi.Rio, na Cidade Nova, das 10h ás 15h; e em 17 farmácias das redes A Nossa Drogaria, Drogarias Pacheco, Venâncio e Farmácia do Leme, das 10h às 16h, de hoje (18) até sexta-feira (22).


Imunização para outros públicos
Além dos grupos que começam a se vacinar na segunda-feira (18/05), formam os públicos-alvo desta fase crianças de 6 meses a menores de 6 anos de idade, pessoas com deficiência, gestantes e puérperas (mulheres em pós-parto até 45 dias).

É importante destacar que as crianças serão vacinadas apenas nas unidades de saúde. Já as gestantes devem evitar ir às unidades – devido ao risco de contaminação pelo novo coronavírus. Para elas, a vacinação será oferecida nos 3 postos do Detran e nas farmácias que fizeram parceria com a Secretaria Municipal de Saúde.

Pessoas que são de públicos prioritários de outras fases – como caminhoneiros, profissionais de segurança e salvamento e portadores de doenças crônicas não transmissíveis – ainda podem tomar a vacina, bastando comparecer a um dos postos de vacinação.